Quem sou eu

Minha foto
Pelotas, RS, Brazil
Jaqueline Koschier | Licenciada em Letras pela UFPEl | Mestre em Literatura pela FURG | Professora de Literatura, Redação e Língua Portuguesa desde 2000. Atualmente morando em Bagé e trabalhando na UNIPAMPA

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Carlos Drummond de Andrade

Em 1930, seu livro "Alguma Poesia" foi o marco da segunda fase do Modernismo brasileiro. O autor demonstrava grande amadurecimento e reafirmava sua distância dos tradicionalistas com o uso da linguagem coloquial, que já começava a ser aceita pelos leitores.


Drummond também falava sobre temas como o desajustamento do indivíduo, ou as preocupações sócio-políticas da época, como em “A Rosa do Povo” (1945). Apesar de serem temas fortes, ele conseguia encontrar leveza para manter sua escrita com humor e uma sóbria ironia.

Produzindo até o fim da vida, Carlos Drummond de Andrade deixou uma vasta obra. Quando faleceu, em agosto de 1987, já havia destacado seu nome na literatura mundial. Com seus mais de 80 anos, considerava-se um "sobrevivente", como destaca no poema "Declaração de juízo".

Visite http://www.memoriaviva.com.br/drummond/

Nenhum comentário:

Postar um comentário